Digital clock - DWR

sábado, 30 de junho de 2012

"É o Maracanã do forró", diz afilhado de Luiz Gonzaga sobre C. Grande


Principal atração da noite de sexta-feira (29), o cantor e acordeonista de primeira linhagem Waldonys, subiu ao palco do Arraial Hilton Motta quando já passava da meia-noite  Foto: Claudio Goes/Especial para o Terra
Principal atração da noite de sexta-feira (29), o cantor e acordeonista de primeira linhagem Waldonys, subiu ao palco do Arraial Hilton Motta quando já passava da meia-noite(Terra)
No complexo, um grande público aguardava o show, que começou com Disparada, um hino do sertão que, em sua letra, mostra um pouco da luta do homem nordestino: Prepare o seu coração / pras coisas que eu vou contar / eu venho lá do sertão / e posso não lhe agradar / aprendi a dizer não / a ver a morte sem chorar.... Com o apoio de um grande coro, Waldonys entoou esta canção que já ganhou a voz de estrelas da música nordestina como Zé Ramalho  Foto: Claudio Goes/Especial para o TerraFoto: Claudio Goes/Especial para o Terra

Eleições 2012: definidas as principais chapas à Prefeitura de JP


Definidas as principais chapas que disputarão a Prefeitura de João Pessoa nas eleições de 7 de outubro deste ano: Estelizabel Bezerra (PSB) e Efraim Filho (DEM), Cícero Lucena (PSDB) e Ítalo Kumamoto (PSC), Luciano Cartaxo (PT) e Nonato Bandeira (PPS).
Já o ex-governador José Maranhão, que encabeça a chapa do PMDB, deverá anunciar até o dia 5 quem será o vice na sua chapa. Isso porque o candidato anunciado como vice-prefeito na chapa majoritária do PMDB em João Pessoa, deputado Gervasio Maia Filho, desistiu da candidatura na noite deste sábado, 30.
O quadro político ainda poderá sofrer novas mudanças, caso a direção nacional do PSC cumpra a ameaça de intervir e retirar a candidatura de Ítalo como vice-prefeito de Cícero.
Cartaxo e Bandeira
O PT homologou a candidatura do deputado estadual Luciano Cartaxo em convenção realizada na sexta-feira (29). Cartaxo chegou ao evento, no Sindicato dos Bancários, acompanhando do vice Nonato Bandeira (PPS), do prefeito Luciano Agra (sem partido), do presidente nacional do PT Rui Falcão e do secretário nacional da legenda Paulo Frateschi.
Cataxo disse que a aliança com o PPS, PP e PRB representa um projeto de futuro para a capital paraibana.
PT
Luciano Cartaxo e Nonato Bandeira
Cícero Lucena e Ítalo Kumamoto
Ítalo Kumamoto foi à convenção do PSDB e foi anunciado como candidato a vice do senador Cícero Lucena . Na noite da sexta, o presidente estadual do PSC, o ex-deputado Marcondes Gadelha, era cogitado para ser o companheiro de Cícero, mas surpreendeu ao aparecer como aliado da coligação liderada pelo PT.
Durante a convenção deste sábado, Rômulo Soares, presidente do PSC, afirmou que não recebeu nenhuma notificação que impeça seu partido de se coligar com o PSDB e que já fez consulta junto ao TRE e, dificilmente, a chapa Cícero e Ítalo será modificada.
PSDB
Cícero Lucena e Ítalo Kumamoto
José Maranhão e Gervásio Filho
O deputado estadual Gervásio Maia Filho teve o nome confirmado como o candidato a vice-prefeito de João Pessoa, compondo a chapa puro sangue do PMDB, ao lado do ex-governador José Maranhão, mesmo não estando presente na convenção.
Segundo o vice-presidente da República, Michel Temer, presente na convenção do seu partido, a candidatura de José Maranhão é uma prioridade para o PMDB nacional. Ele disse em seu discurso que os pleitos de João Pessoa serão sempre atendidos no que depender da vice-presidência da República. "Para José Maranhão as portas da vice-presidência não estarão abertas, a vice-presidência não terá portas para ele", enfatizou Temer.
Estelizabel e Efraim Filho
A convenção do PSB confirmou Estelizabel Bezerra e o deputado federal Efraim Filho (DEM). A chapa tem apoio do governador Ricardo Coutinho. Em seu discurso, ele atacou adversários.
Mesmo sem citar nomes, cobrou ética nas relações políticas e disse que a aliança com o DEM segue a fidelidade de um projeto que sustenta a base aliada do Governo do Estado. Ele considerou a candidata Estelizabel Bezerra como a mais preparada da disputa.
PSB
Ao centro, RC, Estelizabel e Efraim
Durante a convenção municipal do Partido Socialista Brasileiro (PSB), a candidata Estelizabel Bezerra iniciou o discurso apresentando argumentos de oposição a atual gestão municipal ao se referir ao prefeito de João Pessoa Luciano Agra como golpista.
Ela convocou a militância a estar unida em prol do sonho socialista.
“Essa militância venceu em João pessoa com duas palavras: a alegria nas ruas e a capacidade de argumentação. Política é feita para elucidar os fatos e isto nós sabemos fazer bem", falou a candidata.
Pequenos partidos
Outras candidaturas foram confirmadas em convenções realizadas até este sábado (30). Renan Palmeira e Ana Júlia entram na diputa pelo PSOL; Antônio Radical e Marcelino dos Correios concorrem pelo PSTU; Lourdes Sarmento, que sempre entra na disputa defendendo as cores do PCO, não foi encontrada para confirmar se será candidata e quem seria o seu companheiro de chapa.
Renan e Ana Julia
Renan e Ana Julia
Wanja Nobrega, Hermes de Luna, Priscila Andrade e Augusto Magalhães do Portal Correio

    Agricultora paraibana de 40 Anos está grávida de quíntuplos


    Agricultora da PBA agricultora sertaneja Maria da Silva, 40, moradora da zona rural de Pombal, no Sertão paraibano, está grávida de quíntuplos. A surpresa foi descoberta na última quinta-feira, quando ela fez um exame de ultrassom que comprovou a existência de cinco sacos gestacionais.
    De acordo com os geneticistas, a chance de acontecer uma gravidez desse tipo, sem que se tenha feito tratamento de fertilização, é de uma a cada 40 milhões de mulheres. A gravidez é considerada de alto risco. Moradores do município farão campanha para ajudar na compra do enxoval para os bebês.
    De acordo com a agricultora, que está com um mês e meio de gestação, o tamanho da barriga foi o que lhe causou a desconfiança de que se tratasse de mais de um bebê. ”Eu tenho um filho de 11 anos de idade e pela experiência de mãe, desconfiei de que o tamanho d eminha barriga não era comum para apenas um mês e meio de gestação. Foi então que decidi ir a clinica fazer o ultrassom e tive a surpresa de que não era somente um, mas cinco”, disse a agricultora.
    Emocionada, Maria da Silva está se preparando para a gravidez que oferece riscos, conforme geneticistas. “Estou muito emocionada e ao saber da notícia, esqueci até o exame de ultrassom na clinica. Farei de tudo para que a gravidez seja sadia e que os bebes nasçam com saúde”, contou.
    O funcionário público Zildo de Sousa foi um dos primeiros a visitar a grávida após saber da notícia. Ele é um dos vários moradores que demonstraram curiosidade em relação à gravidez inusitada e agora irá fazer campanhas para conseguir doações para o enxoval e outras despesas da gravidez dos quíntuplos. “Já estamos nos mobilizando para ajudar, porque é um caso inusitado e ela terá muitas despesas e precisará do apoio de todos”, destacou.
    A agricultora que mora no sítio Lajedo, na zona rural de Pombal e se mudou para cidade. Ela está desempregada e o marido,Valmir Lima Gomes trabalha como pedreiro.
    O geneticista Adriano Azevedo de Mello, Mestre em Genética e Doutorando em Biologia Celular e Neurociências, explicou que o caso é raríssimo. “As gestações múltiplas são consideradas de alto risco, para a mãe e os filhos, que geralmente nascem prematuros e necessitam de cuidados especiais ao nascimento. Dentre os partos múltiplos naturais, os de trigêmeos são menos frequentes que os de gêmeos, sendo mais raros ainda os de quadrigêmeos e de quíntuplos”, disse. Segundo ele, as causas para o nascimento de gêmeos têm influências genéticas, hormonais e idade materna. “Não tenho conhecimento de estudos sobre alimento ou exercício influenciando esse tipo de gravidez”, explicou.
    Em caso de inseminação, resolução do CFM limita quantidade de embriões – Em casos de inseminação existe uma resolução do Conselho Federal de Medicina (Resolução CFM no 1.957/2010) que regulamenta o número de embriões que podem ser implantados. “O número máximo de oócitos e embriões a serem transferidos para a receptora não pode ser superior a quatro. Em relação ao número de embriões a serem transferidos são feitas determinações. Em mulheres com até 35 anos: até dois embriões); mulheres entre 36 e 39 anos: até três embriões e mulheres com 40 anos ou mais: até quatro embriões”, explicou.
    Casos idênticos e formação de gêmeos – O especialista Adriano Azevedo lembrou que houve recentemente nos Estados Unidos o caso de uma mãe que, após tratamento, deu a luz a oito filhos. “Muito esporadicamente assinala-se o nascimento de um número de gêmeos superior a cinco, mas não há registro confiável de que tenham sobrevivido”, revelou. Ele explicou que a formação de gêmeos pode ocorrer por múltipla ovulação ou problemas durante a formação das primeiras células do embrião, que nesse caso se dividem gerando dois ou mais embriões.
     do Jornal Correio da PB

      Na Paraíba: Chuvas provocam sangramento de cinco açudes e Monteiro registra temperatura mais baixa do ano


      Cinco dos 122 açudes monitorados pela Agência Executiva de Gestão  das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) estão sangrando: em Araçagi, a barragem que leva no nome da cidade; Gramame-Mamuaba, no município do Conde; Jangada, em Mamanguape; Olho d’água, em Mari e o reservatório Marés, em João Pessoa.“No caso de Gramame, o açude estava vertendo com uma lâmina de aproximadamente 30 centímetros na manhã desta sexta-feira. E em Marés eram 12 centímetros”, ressalta o gerente executivo de Monitoramento e Hidrometria, Lucílio Vieira. “A perspectiva é de que outros açudes localizados nas regiões do Brejo e Litoral cheguem a sua capacidademáxima nos próximos meses”, completa.
      Por outro lado a situação é preocupante na cidade de Teixeira, onde o reservatório São Francisco II, capaz de comportar cerca de cinco milhões de metros cúbicos, está com apenas 3% da sua capacidade. Em Ouro Velho, o açude que leva o nome do município pode represar quase um milhão e setecentos mil metros cúbicos, mas está com sessenta e quatro mil metros cúbicos.
      Em São José do Sabugi, o reservatório São José IV, que comporta pouco mais de quinhentos mil metros cúbicos, está completamente vazio. “É importante destacar que estes açudes em situação crítica não abastecem as cidades. A população de São José do Sabugi, por exemplo, recebe água de Coremas/Mãe D’água”, observa Lucílio Vieira.
      Temperatura – Os termômetros marcaram 15ºC na cidade de Monteiro esta semana. De acordo com a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira, esta foi a temperatura mais baixa do ano na Paraíba. A queda ocorreu na madrugada desta quinta-feira (28). Nas primeiras horas desta sexta-feira (29) foram registrados 15,5 ºC no município. “É possível que tenhamos temperaturas abaixo desta. Ano passado chegamos a 14 ºC”, informa Marle.
      Diariamente, a Aesa divulga o boletim completo de análise e previsão do tempo sobre todas as regiões da Paraíba no sitewww.aesa.pb.gov.br.
      Redação iParaiba com Secom e Focando a Noticia

      Sobe para 61 total de mortes por gripe A na região Sul este ano


      Com um novo caso registrado na quinta-feira no Rio Grande do Sul e três confirmados nesta sexta em Santa Catarina, subiu para 61 o número total de mortes por causa da gripe A nos três Estados da região Sul. São 38 mortes em Santa Catarina, 13 no Paraná e dez no Rio Grande do Sul.
      A morte mais recente foi confirmada ontem em Porto Alegre: uma criança de 2 anos que não havia sido vacinada. Segundo a secretaria de Saúde do Estado, a criança não tinha outra doença, mas vivia em situação de vulnerabilidade social. Já as três mortes ocorridas em Santa Catarina são de homens na faixa de 38 a 47 anos.
      Os municípios com maior número de óbitos registrados em 2012 são Blumenau (oito mortes), Videira (três) e Tubarão (três), em Santa Catarina, e São José dos Pinhais (três), no Paraná. Conforme dados do Ministério da Saúde, a região Sul registrou 789 mortes por gripe A em 2009. Nos anos seguintes, o número caiu para 21, em 2010, e 14, em 2011.
      De acordo com o ministério, mesmo com o fim da pandemia, decretado em 2010 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o vírus da gripe A (H1N1) continua circulando no mundo inteiro e produzindo surtos localizados. A maioria das pessoas já está protegida, seja porque tiveram a infecção natural ou porque se vacinaram.
      "A vacina não funciona como bloqueio, ela tem entre 60% e 70% de eficácia e demora cerca de 15 dias para ter algum efeito", afirma o diretor de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina. Fábio Gaudenzi diz que o que pode conter o risco é o tratamento correto e precoce, "além das atitudes de prevenção". Segundo Faria, mesmo se toda a população mundial estivesse vacinada, o vírus continuaria em circulação. "O importante é vacinar os grupos mais vulneráveis, o que foi feito."
      Os médicos estão orientados a prescrever o medicamento antiviral oseltamivir, conhecido pela marca Tamiflu, a todos pacientes que apresentarem quadro de síndrome gripal, mesmo antes dos resultados de exames ou sinais de agravamento. O medicamento foi disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para as redes pública e privada.(Terra)

      Grupo islamita ameaça destruir todos os mausoléus de Tombuctu

      Islamitas destroem monumentos da UNESCO no Mali
      O grupo armado islamita Ansar al Din, que controla Tombuctu, no norte de Mali, ameaçou neste sábado destruir todos os mausoléus da cidade, por considerar que as peregrinações a esses locais são "contrárias ao islã".
      Os ativistas do grupo atacaram alguns mausoléus hoje, destruindo o de Sidi Mohammed e o de Sidi Moctar, informou Akib Haidara, membro da universidade islâmica de Tombuctu. "Queríamos fazer uma manifestação, mas os sábios de Tombuctu nos desaconselharam, por temerem que nos atacassem", contou Haidara, que definiu os ataques de hoje como "um crime contra a cultura universal".
      Sanda Ould Soumama, braço-direito do chefe do Ansar al Din, afirmou que seu grupo está decidido a "limpar" a cidade dos monumentos. "Ou se é muçulmano, ou não. Vamos erradicar todos os comportamentos impróprios ao islã, que tem suas normas. Lutamos e sempre lutaremos para aplicar a sharia (lei islâmica) em Mali", afirmou.
      O governo de Bamaco, por sua vez, condenou as profanações em nota à imprensa, dizendo que são "um novo tipo de agressão contra as povoações do norte de Mali". Os ataques acontecem depois que a Unesco decidiu, na quinta-feira, incluir os monumentos de Tombuctu na lista de patrimônios mundiais em perigo.
      Por sua riqueza histórica, Tombuctu é conhecida como "a cidade dos 333 santos".(Terra)

      À revelia do Paraguai, Mercosul anuncia adesão da Venezuela ao bloco


      Cristina e Dilma. AFPOs líderes de Argentina, Brasil e Uruguai anunciaram nesta sexta-feira, em Mendoza, a adesão da Venezuela como membro pleno do bloco. A decisão se deu à revelia do Paraguai, suspenso do grupo após o polêmico impeachment do ex-presidente Fernando Lugo. O país era o único integrante do bloco que ainda não havia ratificado a adesão venezuelana.
      "Anunciamos a adesão da República da Venezuela como membro pleno do Mercosul em uma reunião (extraordinária) no dia 31 de julho no Rio de Janeiro", disse a presidente Cristina Kirchner, da Argentina. Ao discursar, a presidente Dilma Rousseff disse esperar "que a Venezuela formalize a adesão buscada com esforço". Em menção indireta ao Paraguai, Dilma disse que o Mercosul tem "o compromisso democrático" e rejeita "ritos sumários", em uma referencia ao rápido impeachment de Lugo.
      Segundo Dilma, o Mercosul está aberto para a adesão de novos sócios plenos do bloco.
      Em Caracas, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, comemorou a decisão e afirmou que o ingresso do país no Mercosul, após sete anos de espera, representa "uma derrota para o imperialismo americano e as burguesias lacaias da região".
      Segundo Chávez, a burguesia venezuelana junto da do Paraguai "fez o impossível para evitar a inclusão da Venezuela no bloco regional".
      A Venezuela fez seu pedido formal de adesão ao bloco em 2005. O pedido foi analisado pelos Congressos dos quatro países membros. Apenas o Senado paraguaio ainda não havia aprovado a adesão, sob o argumento, de alguns senadores, de que a Venezuela não respeita os valores democráticos exigidos pelo bloco.
      Ironicamente, esse foi o mesmo argumento usado pelos sócios do bloco para suspender o Paraguai após o impeachment de Lugo.

      TLC com os EUA

      Mais cedo, em Assunção, o novo presidente do Paraguai, Federico Franco, lamentou a suspensão temporária de seu país do Mercosul e não descartou que o país firme um Tratado de Livre Comércio (TLC) com os Estados Unidos.
      “Ao ser suspenso, o Paraguai está liberado para tomar decisões e vamos fazer o que for melhor para os interesses paraguaios”, disse Franco, segundo a imprensa paraguaia.
      Quando perguntado sobre a possibilidade de “negociar acordos comerciais com Estados Unidos, China ou outros países”, o presidente paraguaio respondeu: “é uma possibilidade”.

      'Golpe brando'

      Ao abrir o encontro, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, qualificou de “golpe brando” o impeachment relâmpago de Fernando Lugo, no Paraguai.
      “Essa vai ser uma reunião histórica porque apesar das diferentes visões que temos (no Mercosul e na Unasul) temos em comum a defesa da legalidade. E que não se instalem na região os golpes brandos. Movimentos que sob a marca de certa institucionalidade significam a quebra da ordem institucional”, afirmou a presidente argentina.
      Cristina questionou a falta de prazo para que Lugo se defendesse durante o processo de impeachment, na semana passada. “Meu país acredita que houve ruptura da ordem democrática do Paraguai. Não há no mundo processo político que dure duas horas e que não tenha espaço para a defesa”, afirmou.

      Sanções

      No discurso, Cristina disse que a decisão do Mercosul é a de não aplicar sanções econômicas ao Paraguai porque “elas nunca são pagas pelos governos, mas pelos povos”. A única sanção será a suspensão do país nas reuniões do blogo, o que significa o isolamento paraguaio na região.
      Em Assunção, o novo ministro das Relações Exteriores do governo Franco, José Félix Fernández Estigarribia, questionou a legalidade do impedimento de o Paraguai participar das reuniões do Mercosul e da Unasul.
      "Não quero sanções políticas e nem econômicas porque não são justas e nem legais”, disse.
      A Unasul está sob a presidência paraguaia mas, segundo ele, o destino da participação do país no grupo também será definida com a ausência paraguaia.
      Entre os presidentes que participam das reuniões estão, além de Dilma e de Cristina, José Mujica, do Uruguai, Ollanta Humala, do Peru, Evo Morales, da Bolívia, Rafael Correa, do Equador, e Sebastián Piñera, do Chile. Ao contrário do esperado, Hugo Chávez, da Venezuela, não compareceu e está sendo representado por seu ministro das Relações Exteriores, Nicolas Maduro.(BBC)

      sexta-feira, 29 de junho de 2012

      Nordeste e Sul são últimos 'bastiões' católicos do Brasil


      Papa Bento 16 | Crédito da foto: Getty imagesO Nordeste e o Sul do Brasil são as únicas regiões onde a parcela da população católica ainda não caiu para um patamar inferior a 70%, registrando uma redução mais lenta do que no resto do país na última década.
      Culto evangélico | Foto: Júlia Dias Carneiro/BBC BrasilO Censo 2010, divulgado pelo IBGE, confirmou a tendência de queda do contingente católico no Brasil, que baixou para 64,6% da população, e o aumento dos evangélicos, que hoje representam 22,2%. Os resultados da pesquisa sobre o perfil religioso brasileiro, divulgados nesta sexta-feira, revelam que as regiões com a menor proporção de católicos no Brasil são o Sudeste e o Centro-Oeste, ambos com 59,5% de sua população autodeclarada católica.
      Já no Nordeste e no Sul, a proporção de católicos é de 72,2% e 70,1%, respectivamente, a maior taxa do país, como ocorria no censo de 2000.
      Por trás desses números estão não só questões da fé, como também fatores sociais, econômicos e históricos da sociedade brasileira.
      O aumento da população evangélica, por exemplo, acompanha a expansão da fronteira agrícola, evidenciando a influência de deslocamentos populacionais no fenômeno.
      "A mudança se dá no processo migratório", afirma o cientista político Cesar Romero Jacob, professor da PUC-Rio. "O crescimento das igrejas evangélicas se dá basicamente na fronteira agrícola e mineral do país e nas favelas e municípios de regiões metropolitanas. O que há em comum entre esses dois elementos? Os migrantes", ressalta ele.
      Jacob desenvolveu a pesquisa "Atlas da Filiação Religiosa" com base nos dados do censo de 2000.
      Ele considera que a chegada de migrantes a periferias metropolitanas geram uma concentração de população em regiões onde há ausência tanto do estado quanto da Igreja Católica, " que não tem agilidade para deslocar padres e paróquias".
      "Mas há as necessidades espirituais dos imigrantes e a presença dos evangélicos, que são mais ágeis. Essa combinação abre espaço para as pessoas aderirem a novas propostas religiosas", afirma Jacob. Para o pesquisador, as rupturas que ocorrem no processo migratório, onde pessoas se desenraízam de suas comunidades, geram uma abertura para mudar de religião.
      O mesmo não ocorre em populações mais estabelecidas, seja nos grandes centros urbanos ou no interior rural.
      "A tendência é as pessoas continuarem seguindo a mesma religião com a qual cresceram", diz.
      Assim, o catolicismo continua mais solidamente implantado nas regiões de origem, e não de destino, de migrantes - como o interior do Nordeste e de Minas Gerais - e também em uma área extensa no Sul colonizada por comunidades católicas italianas.
      De uma maneira geral, o contingente católico continua mais forte em áreas rurais, com 78% da população; outros 15% são evangélicos.
      Já em áreas urbanas, 62% dos brasileiros são adeptos do catolicismo, enquanto 23,5% são evangélicos.
      Os dados do censo mostram a evolução dos fiéis brasileiros desde 1872, quando a filiação à religião católica apostólica romana ainda era oficial no país, algo que perdurou até a Constituição da República de 1891.
      No primeiro século de estado laico brasileiro, a mudança não foi grande: a proporção de católicos, que era de quase 100% nos tempos de Dom Pedro II, caiu para 91,8% em 1970.
      Foi a partir de 1980 que a queda se acentuou, com o número de católicos baixando quase 10 pontos percentuais por década até o patamar atual de 64,6%.
      "Acho que esse movimento ainda vai continuar por algum tempo", considera o jornalista Luiz Paulo Horta.
      "Mas depois deve se estabilizar e pode até gerar alguma reação católica", acredita ele, autor de "A Bíblia: um diário de leitura" (Editora Zahar) e imortal da Academia Brasileira de Letras.
      Assim como Jacob, Horta considera os aspectos sociológicos associados a essa mudança Ele aponta para fatores como a movimentação demográfica e a criação de "bolsões de pessoas socialmente deslocadas" em cidades grandes ou médias, deslocadas de seus ambientes originais. E carentes de um senso de comunidade que os evangélicos foram mais ágeis em proporcionar.
      "A Igreja Católica já sentiu o golpe. Está levando essa pancada e acho que pode ter efeitos positivos, porque pode passar a trabalhar com coisas mais autênticas e deixar de ser uma afiliação tão tradicional", diz.
      Esta "sacudida" pode contribuir para tornar a igreja menos formal com o tempo, como já se vê com os padres carismáticos que, aponta Horta, fazem parte do processo de buscar uma linguagem nova.
      Mas o declínio do peso do catolicismo na sociedade brasileira é de certa forma uma consequência de sua hegemonia no passado e está relacionado ao maior secularismo da sociedade atual, onde a religião ocupa um espaço menor do que no passado.
      "Uma palavra-chave hoje é o pluralismo", diz Horta. Você tem mil ideias novas, cultos religiosos orientais, e as pessoas se sentem mais abertas para escolher de um cardápio variado."
      Os resultados do censo também refletem essa pluralidade, com mais adeptos do espiritismo (hoje 2% da população brasileira); mais pessoas que afirmaram seguir "outras religiosidades" (2,7%); e um maior número de pessoas sem religião (8%). Dentre estes, pela primeira vez, o censo especificou o número de ateus no país, que chega hoje a 615 mil.(BBC)

      Governo Dilma tem avaliação positiva recorde de 59%, diz pesquisa CNI/Ibope


      A avaliação positiva do governo da presidenta Dilma Rousseff subiu em junho, enquanto sua aprovação pessoal permaneceu estável em 77%, mostrou pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta sexta-feira.
      De acordo com o levantamento feito pelo Ibope sob encomenda da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 59% apontam o governo Dilma como ótimo ou bom, o nível mais elevado da atual gestão no universo das pesquisas Ibope, contra 56% em março.
      A pesquisa aponta que 32% veem o governo como regular, contra 34% na sondagem anterior, e 8% o classificam como péssimo ou ruim, mesmo patamar de março.
      A região Nordeste é onde o governo Dilma é melhor avaliado e onde o porcentual “ótimo ou bom” alcançou 65%. Nas regiões Centro-Oeste e Norte, o governo teve o maior aumento porcentual, de 50% para 65%.
      Avaliação pessoal
      Em relação à maneira de governar de Dilma, o porcentual de brasileiros que aprovam a presidenta se manteve estável entre março e junho, com um porcentual de 77%. Foi mantido, portanto, o mais alto nível desde o início de seu governo nessa questão.
      Na região Nordeste, está a maior aprovação, de 82%, mesmo patamar da pesquisa anterior. Nas demais regiões, o porcentual subiu de 75% para 77%, dentro da margem de erro do levantamento, de dois pontos porcentuais.
      Os que desaprovam a maneira de a presidenta Dilma de governar somaram 18%, um ponto porcentual abaixo do resultado do levantamento anterior neste quesito.
      A maior parte dos entrevistados ainda considera o governo Dilma igual ao governo Lula, mas o porcentual que fez essa avaliação recuou de 60% para 58%. Para 24% dos entrevistados, o atual governo é pior do que o anterior e, para 16%, a presidenta Dilma tem um desempenho melhor do que o de Lula.
      Restante do mandato
      A pesquisa revelou também que 61% dos entrevistados consideram que o restante do governo Dilma será “ótimo ou bom”. O índice representa três pontos porcentuais acima do que o último levantamento de março deste ano para o mesmo quesito. No mesmo período, se manteve em 25% o porcentual dos que avaliam que os próximos dois anos do governo Dilma serão bons e em 10% os que disseram que serão péssimos.
      O patamar de 61% para o “ótimo e bom” do restante do governo é a quarta alta seguida desde julho de 2011, quando o indicador era de 55%, o mais baixo do governo Dilma. Em março do ano passado, a confiança na condução da gestão da presidente chegou o mais alto patamar, de 68%.
      Na região Nordeste está o maior porcentual dos entrevistados que esperam que o restante da administração Dilma seja “ótimo ou bom”, com 66%. Na região Sul, estão os menos otimistas, com 55% para essa questão.
      Confiança
      No mesmo período, a confiança no atual governo também se manteve em 72%. O porcentual só é menor do que o registrado no primeiro levantamento da gestão Dilma, em março de 2011, quando alcançou 74%. Os entrevistados que disseram não confiar no governo Dilma são 25%, um ponto porcentual acima do levantamento anterior.
      Com 74%, a região Nordeste, contudo, registrou uma queda de cinco pontos percentuais entre aqueles que não confiam na gestão da atual presidenta. Descontada a margem de erro, pode-se dizer que o patamar para essa questão é o mesmo da região Sul (75%) e das regiões Norte e Nordeste (76%).
      Inflação e juros
      A aprovação da população em relação à política de juros do governo saltou de 33% em março para 49% em junho, segundo o levantamento. De acordo com a CNI, o resultado reflete o esforço do governo em reduzir as taxas.
      Pela primeira vez durante a gestão Dilma, o saldo entre os que aprovam os juros do País superou o dos que desaprovam, 41%.
      Também melhorou a percepção dos entrevistados em relação à política de combate à inflação, cuja aprovação subiu de 42% para 46%, enquanto a desaprovação recuou de 50% para 47%.
      Já a avaliação em relação à carga tributária, que antes liderava o ranking de desaprovações da CNI/Ibope, melhorou. O índice de rejeição do nível dos impostos recuou de 65% para 61%. Com isso, a situação da saúde passou a ser a mais preocupante para a população, com 66% de desaprovação.
      O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios entre os dias 16 e 19 de junho. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.(focandoanoticia)

      Google lança concorrente do Kindle


      Foto: BBC
      A Google acaba de lançar seu primeiro tablet de marca própria- o Nexus 7. O objetivo é concorrer com o Kindle, da Amazon.
      O boletim semanal de tecnologia da BBC traz ainda a compra pela Microsoft da rede social para empregados de corporações Yammer por US$ 1,2 bilhão (cerca de R$ 2,5 bilhões).
      Além disso, a Justiça dos EUA proibiu a venda do Samsung Galaxy 10.1 Tab no país até que se chegue a uma decisão sobre a disputa de patente entre Samsung e Apple.
      E o Facebook substituiu os endereços de e-mail original dos seus membros pelo oferecido pelo seu próprio sistema, identificado por @facebook.com.(BBC)

      Três anos após deposição em Honduras, Zelaya se solidariza com Lugo

      Manuel Zelaya | Crédito da foto: AP
      Há exatamente três anos, na manhã do dia 28 de junho de 2009, o então presidente de Honduras, José Manuel Zelaya, foi preso em sua residência por policiais e militares hondurenhos. Em cumprimento a uma decisão da Justiça do país, Zelaya foi destituído do poder ainda de pijama e enviado em um avião à capital da Costa Rica, San José.
      Em entrevista por telefone à BBC Brasil da capital hondurenha, Tegucigalpa, onde voltou a viver no ano passado após um exílio forçado na República Dominicana, Zelaya reiterou que foi tirado do poder "a bala" 


       e se solidarizou com a situação do colega Fernando Lugo, que deixou a presidência do Paraguai após sofrer um polêmico processo de impeachment. Para ele, ambos foram destituídos por meio de um "procedimento-padrão" com "muitas semelhanças". "Quando um presidente é eleito para um mandato de quatro anos pelo povo, o povo - e somente ele - é o único que pode destituí-lo", afirmou Zelaya.
      Ele acrescentou que não pretende concorrer novamente à presidência do país. Sua grande aposta, entretanto, é sua esposa, Xiomara Castro, que será candidata nas próximas eleições. "As pesquisas apontam que ela está na liderança", disse.
      Zelaya foi tirado do poder sob a alegação de que havia traído à pátria e convocado um referendo sem autorização do Judiciário e do Congresso para a instalação de uma Assembleia Nacional Constituinte, que poderia abrir caminho para sua reeleição.
      Em setembro de 2009, ele retornou a Honduras, escondido, e refugiou-se na embaixada brasileira por quatro meses, até o término de seu mandato, em janeiro de 2010, quando, então, partiu para o exílio em Santo Domingo, na República Dominicana.(BBC)

      'Vacina contra cigarro' bloqueia nicotina no cérebro de cobaia


      Pesquisadores nos Estados Unidos dizem que dependentes da nicotina poderão ser imunizados no futuropara que deixem de sentir prazer no hábito de fumar.
      Os especialistas do Weill Cornell Medical College, em Nova York, criaram uma vacina que leva o organismo do vacinado a produzir anticorpos que atacam a nicotina.
      estudo, feito com cobaias em laboratório e publicado na revista científica "Science Translational Medicine", mostrou que os índices da nicotina no cérebro dos animais diminuíram 85% após uma dose.
      Antes que a vacina possa ser testada em humanos, serão necessários anos de pesquisa. Entretanto, o coordenador do estudo, Ronald Crystal, está convencido de que haverá benefícios.
      "Parece-nos que a melhor forma de tratar a dependência crônica de nicotina associada ao fumo é ter anticorpos (...) limpando o sangue antes que a nicotina possa ter qualquer efeito biológico", disse.(primeiraedição)

      Substância encontrada na casca da maçã pode ajudar a combater obesidade, diz estudo


      Uma substância encontrada em grandes quantidades na casca da maçã pode ter um efeito protetor contra a obesidade e os problemas de saúde que a síndrome provoca, como diabetes e hipertensão. Em testes realizados com camundongos, pesquisadores da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, observaram que o composto, chamado ácido ursólico, reduz o ganho de peso e evita o surgimento de doenças hepáticas. O estudo foi publicado nesta quarta-feira no periódico PLoS One.
      Segundo os autores do estudo, o ácido ursólico aumentou a massa muscular e a quantidade de gordura marrom dos camundongos — dois tecidos conhecidos por ajudar na queima de calorias. O nosso tecido adiposo é constituído por dois tipos de gordura: a branca e a marrom — esta última, por liberar energia excedente do corpo, e não acumulá-la, é considerada uma possível aliada contra obesidade e outras doenças relacionadas ao problema.
      Nesse estudo, os camundongos seguiram uma dieta altamente calórica e rica em gordura ao longo de oito semanas, sendo que metade dos animais também recebeu suplementos de ácido ursólico. Os pesquisadores observaram, ao final da pesquisa, que esses camundongos apresentaram um peso menor do que os outros, níveis normais de açúcar na corrente sanguínea e nãodesenvolveram doença hepática gordurosa, uma condição comum associada à obesidade.
      Segundo Cristopher Adams, que coordenou a pesquisa, os próximos estudos de sua equipe deverão observar a quantidade exata de gordura marrom que o ácido ursólico é capaz de aumentar e se esse benefício também pode ser obtido por camundongos quem não têm sobrepeso. “E, mais importante, queremos descobrir se o tratamento com ácido ursólico pode ajudar pacientes humanos”, diz.(focandoanoticia)

      quinta-feira, 28 de junho de 2012

      João Pessoa:Chuvas provocam queda de barreiras, voos são cancelados, rios transbordam e trânsito parado


      O Corpo de Bombeiros registrou várias ocorrências durante a madrugada chuvosa desta quinta-feira (28), na Paraíba. Ruas foram interditadas, houve deslizamento de barreiras, rios transbordaram e voos foram cancelados.
      Foto: Lagoa transbordou
      Lagoa transbordou ( foto: @jorgefilhoreal)
      De acordo com Noé Estrela, coordenador da Defesa Civil do Município, o órgão está monitorando as áreas de risco e equipes estão espalhadas em vários pontos da Capital paraibana.
      Houve ocorrências nas comunidades Gauíbas, Tambor, Timbó e 14 de Julho. Na ladeira que liga os conjuntos Mangabeira e Valentina Figueiredo, o rio transbordou e alagou várias casas.
      Foto: Lagoa transbordou
      Lagoa transbordou ( foto: @jorgefilhoreal)
      Ouvintes ligaram para o Jornal Correio da Manhã, 98FM e informaram que os voos foram cancelados e as empresas aéreas estão alojando os passageiros.
      Nos municípios de Santa Rita e Bayeux e João Pessoa, ocorreram queda de barreiras e o trânsito ficou caótico. O deslizamento na Capital aconteceu na BR 230, na área da comunidade São Rafael, tendo a barreira atingido um carro e uma moto.
      Ainda não se tem informações sobre feridos. O Corpo de Bombeiros foi chamada para ir até o local com o objetivo de vereificar o estado de saúde dos ocupantes do carro e do condutor da motocicleta, além de isolar a área.
      (PortalCorreio)
      Foto: Marcelo Weick
      Foto: Marcelo Weick

      MPPB vai solicitar o afastamento dos prefeitos presos na operação “Pão e circo”


      O Ministério Público da Paraíba (MPPB) vai solicitar à Justiça o afastamento dos prefeitos de Sapé, Solânea e Alhandra. Eles foram presos na manhã desta quinta-feira (28), durante a Operação “Pão e Circo”, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco/MPPB) e Polícia Federal, com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU).

      O Tribunal Regional Federal da 5a Região já determinou a suspensão do repasse de recursos federais do Ministério do Turismo para as 13 prefeituras paraibanas, onde foi constatado esquema criminoso para desviar dinheiro público através de irregularidades nas contratações de bandas e serviços para eventos festivos.
      As prefeituras envolvidas são as de Mamanguape, Sapé, Solânea, Santa Rita, Itapororoca, Conde, Jacaraú, Mulungu, Boa Ventura, Capim, Cuité de Mamanguape, Cabedelo, Alhandra. As irregularidades também foram constatadas na Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), a Capital. As investigações apontaram direcionamento nos processos de licitação para contratar empresa responsável pelo show pirotécnico do último Réveillon, em João Pessoa, por exemplo.
      Segundo o assessor da CGU em Brasília, Israel Carvalho, estima-se que tenham sido desviados, desde 2008, cerca de R$ 65 milhões dos cofres públicos (entre verbas municipais, estaduais e federais). “A CGU esteve em loco em três municípios e constatou as irregularidades e desvios de dinheiro público. Só um grupo criminoso de empresas movimentou cerca de R$ 14 milhões. As investigações deverão apontar a participação de outros grupos”, exemplificou.
      O procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, informou que as fraudes ocorreram em vários eventos festivos de municípios que têm baixos IDHs (índices de desenvolvimento humano) e que têm vários problemas sociais, com escolas sucateadas e serviços de saúde precários. “O esquema envolvia duas estruturas: a iniciativa privada e as prefeituras. Pudemos ver o tamanho da influência dos empresários na administração pública e o sentimento de impunidade que os envolvidos tinham”, disse.
      Ele agradeceu o apoio do Tribunal de Contas do Estado (que disponibilizou um banco de dados), das Polícias Civil e Militar e dos órgãos envolvidos na operação.
      Investigações
      As investigações feitas durante um ano pelo Gaeco remetem a contratações realizadas pelas prefeituras desde 2008, com verbas municipais e estaduais. Já as investigações da PF são referentes a contratações feitas com recursos federais desde 2009. “São duas investigações paralelas, distintas, que ocorreram concomitantemente e que, para o sucesso dessa operação, houve a troca de informações entre PF e MPPB”, esclareceu o superintendente da PF, Marcello Diniz Cordeiro.
      Mais de 40 mil escutas foram feitas com autorização judicial e foi possível constatar a participação direta de prefeitos, seus familiares e servidores públicos, além de empresas “fantasmas” que foram constituídas com a finalidade de desviar dinheiro público e fraudar procedimentos de contratação de serviços para a realização de eventos festivos (Ano Novo, São João e São Pedro, Carnaval e Carnaval fora de época, aniversários das cidades, etc).
      As fraudes eram feitas em licitações, dispensas e inexigibilidades de licitação, contratos com bandas musicais, montagem de palcos, som, iluminação, comercialização de fogos de artifício, shows pirotécnicos, aluguéis de banheiros químicos e serviços de segurança.
      Além do superfaturamento dos objetos contratados, as investigações constataram a não prestação de serviços contratados e documentos forjados atestando a falsa exclusividade de artistas e bandas para justificar irregularmente o procedimento de inexigibilidade de licitação.
      Mandados cumpridos
      Segundo o delegado de repressão aos crimes financeiros da PF, Fabiano Martins, os 28 mandados de prisão, os 65 mandados de busca e apreensão e os sete mandados de condução coercitiva expedidos pelo Tribunal de Justiça da Paraíba e pelo Tribunal Regional Federal da 5a Região foram cumpridos em 18 municípios paraibanos e no Estado de Alagoas.
      Também foram apreendidos imóveis, armas sem registro, uma lancha, carros nacionais e importados, R$ 56 mil em espécie, HDs e documentos. Os bens sequestrados serão encaminhados à Justiça. Cerca de 300 policiais federais, 30 policiais militares, 20 auditores da CGU e 12 promotores de Justiça participaram da operação.
      Além dos três prefeitos, a primeira-dama de Solânea e mais dez servidores públicos (sendo três secretários municipais) também foram presos, durante a operação. Outras duas primeiras-damas foram conduzidas coercitivamente para prestar esclarecimentos e liberadas em seguida. Os mandados de prisão também tiveram como alvo empresários que atuam no ramo de eventos festivos e outros servidores públicos. Um dos mandados foi cumprido em Alagoas, contra o empresário Carlos Abílio Ferreira da Silva.
      As 35 pessoas (alvo dos mandados de prisão e condução coercitiva) serão ouvidas nesta quinta e sexta-feiras pelos promotores de Justiça no Núcleo Criminal do MPPB, localizado no centro de João Pessoa.
      Eles são acusados de falsificar documentos públicos e privados, falsidade ideológica, crimes contra a ordem tributária (sonegação), corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, desvio de verba pública, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. A pena para esses crimes pode chegar a 48 anos de prisão.
      O material será analisado pela PF, Gaeco e CGU e poderá revelar o envolvimento de mais empresas, prefeitos e servidores públicos no esquema criminoso.

      Confira a lista das pessoas que foram alvo de mandados de prisão
      1. Ozimar Berto de Araújo
      2. Maria do Carmo Régis de Araújo
      3. Daniel Gomes da Silva
      4. Felipe Silvestre Pordeus
      5. Márcio de Melo
      6. Djalma da Silva Toscano
      7. Andressa Ingrid Amâncio de Lima
      8. Severino Justino da Silva (“Menudo”)
      9. Marcos Antônio Bezerra da Silva
      10. Geraldo Félix da Silva
      11. Carlos Abílio Ferreira da Silva
      12. Gilmar Sales Cordeiro
      13. Renato Mendes Leite
      14. Vinícius Lemos de Sousa Melo
      15. Rosiberto Carlos da Silva Santos
      16. José Walter da Costa
      17. Lúcia de Fátima Lemos de Sousa Melo
      18. Francisco de Assis de Melo
      19. Jacy da Silva Mendonça
      20. João Clemente Neto
      21. Edivaldo Rodrigues de Lima (“Peninha”)
      22. José Antônio Azevedo Melo
      23. Antônio Edson da Silva (“Edinho”)
      24. Marcos Elpídio Pereira Portela
      25. Ednaldo de Sousa Lima
      26. Manoel Ferreira Sobrinho
      27. Marinézio Ferreira da Silva
      28. Cláudia Izabel da Silva Maia

      Mandados de condução coercitivos
      1. Josvaldo Araújo Trajano da Silva
      2. Fabiana Marinho Lins
      3. Daygela Gomes da Silva
      4. Romacele Karpowicz Menezes
      5. Thiago Henrique Assis de Moura
      6. Helena Rafaela Pereira de França
      7. Nathália Régis de Araújo


      Ministério Público da Paraíba (focandoanoticia)

      Prefeitos de Solanea, Sapé e Alhandra foram presos pela PF suspeitos de superfaturamento na PB


      Uma operação das polícias Federal e Civil e do MinistérioPúblico da Paraíba está sendo realizada na manhã desta quinta-feira (28) em várias cidades do estado para prender pessoas suspeitas de participação em fraudes na contratação de atrações musicais para shows durante o período do São João. O MP informou informou que há mandados de prisão contra os prefeitos das cidades de Sapé, Solânea e Alhandra.
      De acordo com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime (Gaeco) do MP, 14 cidades são alvo da operação chamada de pão e circo. Dos 14 alvos, 13 são prefeituras suspeitas de superfaturamento nos contratos das bandas. São 75 mandados de busca e apreensão e 28 de prisão temporária. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério Público, há mandados contra prefeitos, esposas de prefeitos, sobrinhos e secretários de prefeituras.
      Não foram reveladas todas as cidades onde os agentes estão realizando a operação, mas algumas foram citadas. João Pessoa, Cabedelo, Santa Rita, Mamanguape, Itapororoca, Capim, Sapé, Solânea, Alhandra e Boa Ventura são algumas das cidades.
      Em outras cidades, a operação tem apenas mandados de busca e apreensão. A Polícia Federal informou que está realizando varreduras em algumas prefeituras em busca de documentos relativos a contratos com o Ministério do Turismo, como é o caso da cidade de Boa Ventura, no Sertão paraibano.(focandoanoticia)

      PF prende radialista e humorista Mução durante operação de combate à pedofilia e pornografia infantil


      O apresentador de rádio e humorista Mução foi preso pela Polícia Federal, na manhã desta quinta-feira (28), na cidade de Fortaleza (CE). Ele foi detido durante uma operação da PF denominada "DirtyNet" (internet suja), de combate à pedofilia e pornografia infantil. 
      O trabalho dos policiais acontece nos estados de Pernambuco, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte e no Distrito Federal. 
      O humorista que apresenta um programa diário em uma rádio local foi detido em Fortaleza. A superintendência da PF em Pernambuco vai realizar uma entrevista coletiva para apresentar o balanço da ação.
      Mução
      Segundo a PF, pelo menos quatro dos 15 mandados de prisão expedidos pela Justiça já foram cumpridos. A operação DirtyNet (internet suja), como foi batizada, pretende cumprir ainda 50 mandados de busca e apreensão. 
      O objetivo é desarticular uma quadrilha que compartilhava material de pornografia infantil pela internet. Os suspeitos vinham sendo investigados há cerca de seis meses. Durante esse período os integrantes do grupo foram flagrados trocando arquivos com cenas de adolescentes, crianças e bebês em contexto de abuso sexual. 
      Os suspeitos também relatavam crimes de estupro cometidos contra os próprios filhos, além de sequestros, assassinatos e atos de canibalismo.(portalcorreio)