Digital clock - DWR

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Vulcão pode explodir e representa ameaça para a humanidade

A análise de uma rocha derretida dentro do supervulcão do Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, revelou que uma erupção é mais provável do que se imaginava e pode acontecer sem qualquer gatilho externo. Os supervulcões são centenas de vezes mais poderosos do que os convencionais e, ao lado dos asteroides, representam a maior ameaça para a humanidade.
Cientistas acreditavam até o momento que uma erupção só poderia acontecer após um terremoto que quebrasse a crosta da Terra, permitindo que o magma escapasse. No entanto, de acordo com estudo publicado na revista “Nature Geoscience“, a erupção pode ser resultado apenas do acúmulo de pressão dentro do vulcão.
No passado, supervulcões e asteroides foram responsáveis por extinções em massa e mudanças de longo e curto prazo no clima. A erupção de um supervulcão pode causar um evento chamado “inverno vulcânico”, que resfria a Terra devido ao bloqueio da luz do sol pelas cinzas. Acredita-se que a última erupção supervulcânica aconteceu cerca de 70 mil anos atrás, no local que hoje se encontra o Lago Toba, em Sumatra, Indonésia. As suas cinzas bloquearam o sol entre seis e oito anos, o que causou um período de resfriamento global que durou cerca de mil anos.
A última vez que o vulcão de Yellowstone entrou em erupção foi cerca de 600 mil anos atrás, lançando na atmosfera mais de mil quilômetros de cinzas e lava - cerca de 100 vezes mais do que a erupção do Monte Pinatubo, nas Filipinas, em 1991, que causou um resfriamento global de 0,4º C por vários meses. Segundo previsão dos cientistas, uma erupção supervulcânica baixaria as temperaturas médias globais em cerca de 10º C durante uma década, o que levaria a uma mudança no modo de vida na Terra. Foto: www.rainhamaria.com.br
Créditos: O Globo

Programa Mais Médicos supera meta e beneficia 50 milhões de brasileiros

Médicos cubanosA presidenta Dilma Rousseff disse hoje (30) que o Programa Mais Médicos superou a meta de cobertura e beneficia, atualmente, 50 milhões de pessoas em todo o país. O número inicial estipulado era chegar a 46 milhões de brasileiros. Segundo ela, todos os pedidos de prefeitos por médicos para suas cidades foram atendidos. O Mais Médicos está presente em 3.819 municípios. São 14.462 médicos (brasileiros e estrangeiros) atuando em postos de saúde no Brasil.

“O Mais Médicos é uma das nossas ações que aumenta a capacidade de atendimento do SUS [Sistema Único de Saúde]. Muitas cidades não tinham sequer um médico. A pessoa que precisasse de atendimento tinha que se deslocar para outra cidade, às vezes, a dezenas e dezenas de quilômetros de distância – de carro, de ônibus e até mesmo de barco, algumas iam a pé.
No programa semanal Café com a Presidenta, Dilma também comentou pesquisa do Ministério da Saúde que aponta redução de 21% no número de encaminhamentos a hospitais feitos por postos de saúde onde há atuação de profissionais do Mais Médicos.
Créditos: Agincia Brasil

Anvisa suspende venda e uso de remédio para depressão

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada hoje (30) noDiário Oficial da União suspende a distribuição, a comercialização e o uso, em todo o território nacional, do lote 12096555 (validade: 09/2015) do medicamento Imipra 25mg (cloridrato de imipramina), apresentação de 200 comprimidos, fabricado pela empresa Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda.

De acordo com o texto, a própria empresa encaminhou à Anvisa um comunicado de recolhimento do produto devido a resultados insatisfatórios no teste de teor de princípio ativo. A agência determinou que a empresa promova o recolhimento de todo o estoque existente no mercado relativo ao lote.
Créditos: Agência Brasil

EUA decidiram dividir a Síria

síria“No mesmo dia em que o nosso secretário de Estado perora sobre a Rússia estar supostamente armando rebeldes antigovernamentais num país, o nosso presidente decide gastar meio bilhão de dólares para armar rebeldes antigovernamentais noutro. Como esses caras podem falar que são sérios?” Foi assim que um leitor do jornal The New York Times, do estado de Ohio, comentou a notícia de que o presidente dos EUA Barack Obama, em 26 de junho, pediu ao congresso 500 milhões de dólares para ajudar a oposição moderada síria.
Sendo incapaz de derrubar o regime de Assad, a oposição “moderada”, seguindo o exemplo do grupo EIIL (Estado Islâmico do Iraque e do Levante), agora vai tentar criar o seu próprio quase-Estado. E nisso vai ajudá-la o projeto de lei dos EUA sobre a política militar. Ele dá ao Pentágono o direito de “treinar e equipar os elementos comprovados da oposição armada síria para ajudá-los a defender o povo sírio, estabilizar as áreas controladas pela oposição, facilitar a prestação de serviços básicos à população, combater ameaças terroristas e promover condições para uma solução pacífica”.
A representante do Conselho de Segurança Nacional junto da Casa Branca, Caitlin Hayden, acrescenta: “Embora nós continuemos a acreditar que não há solução militar para esta crise e que os Estados Unidos não devem colocar tropas norte-americanas em combate na Síria, este pedido representa mais um passo para ajudar o povo sírio a se defender contra os ataques do regime, resistir contra o número crescente de extremistas como os EIIL que encontram refúgio seguro no caos, e a tomar seu futuro em suas próprias mãos”.
Resumindo, no meio do caos que reina nos territórios ocupados pela oposição, os EUA identificaram “pessoas de confiança” que eles vão treinar e equipar. (Houve uma altura em que uma das pessoas de mais confiança dos EUA era Osama bin Laden). Além disso, os militares norte-americanos pretendem ensinar a oposição síria a estabilizar o caos e protegê-la de ataques do regime. O esquema norte-americano, testado pelo tempo, de infinitamente “criar condições para uma solução pacífica”. Ele, aliás, já confirmou a sua “alta eficácia” no Iraque, Afeganistão e Líbia.
Aparentemente, estando cansados do surrealismo militar dos Estados Unidos, os países da região começaram a lidar independentemente com a ameaça de surgimento de novos Estados em seus territórios. Os exércitos sírio e libanês realizam operações conjuntas contra militantes ao longo da fronteira comum e a Força Aérea síria bombardeia posições do EIIL no Iraque. Mas o secretário de Estado norte-americano John Kerry não deixou de declarar que tais atos são uma interferência prejudicial num grave conflito interno. É verdade, como podíamos ter esquecido a quem pertence o direito exclusivo de bombardear e se apoderar de territórios de estados soberanos, bem como o financiamento, o armamento e o treinamento de protestos antigovernamentais em todo o mundo?
No entanto, mesmo por 500 milhões de dólares é problemático vencer simultaneamente o exército sírio e seus colegas do “califado” vizinho. Mas quanto a gastá-los, isso vão com certeza. O leitor tem razão: como conseguem os líderes dos Estados Unidos, ao expressar tais ideias, manter uma cara séria? Foto: AP (Por Vadim Fersovich)
Créditos: Voz da Russia

Jovem é queimada viva por rejeitar pedido de casamento

Uma jovem de 18 anos morreu no Paquistão, depois de ser queimada viva por um homem que queria casar-se com ela, mas teve a proposta rejeitada. O agressor foi detido e acusado. Sidra Shaukat estava sozinha na casa dos pais, perto da cidade de Toba Tek Singh, quando Fayyaz Aslam, de 22 anos, entrou na residência, jogou gasolina na jovem e ateou fogo, disse um responsável da polícia. Levada para um hospital local e transferida para o hospital maior, ela morreu antes de chegar ao local.
O incidente foi o segundo nos últimos dias relacionado a casamentos no Paquistão. Na quinta-feira (26), Maafia Bibi, de 17 anos, e o marido Muhammad Sajjad, 31 anos, foram mortos a facadas pelo pai, por dois tios, pelo avô e pela mãe da jovem por terem se casado contra a vontade da família. O homicídio ocorreu numa aldeia nos arredores da cidade de Daska, 162 quilômetros a leste de Islamabad. Em maio, Farzana Parveen, de 25 anos e grávida de três meses, foi agredida até a morte nos arredores de um tribunal, na cidade de Lahore, por parentes, num caso noticiado em todo o mundo. Parveen tinha ido ao tribunal testemunhar a favor do marido, acusado pelos familiares de tê-la raptado e obrigado a casar-se com ele.
No ano passado, 869 mulheres foram mortas em crimes de honra, de acordo com a Comissão Independente dos Direitos Humanos do Paquistão. Foto:Os Mais,com
Créditos: Agencia Brasil

domingo, 29 de junho de 2014

Coreia do Norte lança mísseis ao mar e volta a elevar a tensão com Seul

A Coreia do Norte lançou dois mísseis de curto alcance em direção ao Mar do Japão, de acordo com o Estado-Maior Conjunto sul-coreano. Os mísseis foram lançados das proximidades da cidade de Wonsan, na costa oriental do país, e caíram em águas internacionais. Na sexta-feira (27), o Exército norte-coreano disparou três projéteis de curto alcance também em direção ao Mar do Japão. Foi o primeiro lançamento do tipo por parte do governo de Kim Jong-un, em três meses. A Coreia do Sul considera os lançamentos um desafio à proibição imposta pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Assim como na última sexta-feira, os novos lançamentos não foram acompanhados de um aviso formal para as embarcações e os aviões civis, denunciou o Exército sul-coreano. Por isso, o governo de Seul anunciou ter aumentado a vigilância para tentar prever os próximos lançamentos do país vizinho. O Japão condenou hoje (29) o lançamento dos mísseis balísticos, mas prometeu manter as conversas com a Coreia do Norte previstas para esta semana. O encontro pretende avaliar o progresso da investigação relativa ao destino dos cidadãos japoneses sequestrados por agentes norte-coreanos durante a Guerra Fria. O Japão e a Coreia do Norte não têm relações diplomáticas, e reuniões entre os dois países são raras.
Créditos: WSCOM

ONU premia três projetos brasileiros inovadores de combate à pobreza

Um projeto na esfera federal e dois na esfera estadual – Rio Grande do Sul e Pernambuco – estão entre os contemplados com um prêmio global da ONU que reconhece projetos inovadores no combate à pobreza e na promoção do desenvolvimento sustentável. A cerimônia de premiação ocorrerá esta semana, de 23 a 26 de junho, durante um encontro em Seul, na Coreia do Sul.
Fórum, o Dia e a Cerimônia de Premiação das Nações Unidas para o Serviço Público vão homenagear 19 iniciativas de 14 países que se destacaram por projetos de implementação de soluções inovadoras visando à melhoria da prestação de serviços públicos e à promoção do desenvolvimento sustentável. 
Um dos prêmios foi destinado ao Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão e à Secretaria-Geral da Presidência da República, para a iniciativa “Fórum Interconselhos”, que estimula a participação social no monitoramento dos Planos Plurianuais (PPA). No último PPA, foram apresentadas 629 contribuições da sociedade civil, das quais 77% foram incorporadas integralmente. Como inovação, foi constituída uma instância de monitoramento do PPA pela sociedade civil – o Fórum Interconselhos –, que reúne periodicamente representantes dos diversos conselhos para avaliar o cumprimento dos objetivos e metas estabelecidas.
Créditos: Jornal GGN

Sistema Cantareira pode chegar a zero antes do fim da Copa

Sistema CantareiraEstudo apresentado na quinta-feira (26) pelo Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ) indica que o volume útil do Sistema Cantareira – que abastece grande parte da região metropolitana de São Paulo, inclusive a capital, além da região de Campinas e Piracicaba, chegará a zero entre os dias 7 e 8 de julho, ainda antes do final da Copa do Mundo. A partir desta data, diz o relatório, a falta de chuva fará com que todo o sistema passe a operar exclusivamente com o chamado volume morto, que por sua deve ser suficiente para, no máximo mais que 100 dias de abastecimento. Pesquisador da Unicamp e consultor do consórcio, Antônio Carlos Zuffo explicou, ao apresentar o estudo, que dos quatro reservatórios que compõem o sistema, dois (o Jaguari e o Jacareí) já estão captando o volume morto, que é lançado nos outros dois reservatórios (Cachoeira e Atibainha) para mantê-los com volume positivo. “Porém, daqui a 10 dias, os reservatórios que ainda não recorreram diretamente à reserva só terão em sua capacidade água vinda deste recurso, ou seja, a água que em condições normais é utilizada para o abastecimento já terá se esgotado.”
“Isso indica o perigo de desabastecimento. Caminhamos a passos largos para o desabastecimento, estamos em plena crise, não dá para negar”, completou. Para o especialista, desde o fim do ano passado deveria ter sido implementado um sistema de rodízio ou racionamento para evitar o esgotamento do recurso.
Créditos: Rede Brasil Atual

Oeste da Bahia vive cenário de terror com pistoleiros

CIMIA região oeste do Estado da Bahia é formada pela união de 24 municípios, entre eles o município de Cocos, onde reside um grupo indígena Xakriabá. Os principais municípios são: Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Santa Maria da Vitória.
Existe na região uma privilegiada bacia hidrográfica, com topografia plana e clima com estações definidas, o que tornou possível a expansão das lavouras de sequeiro e a implantação de projetos de irrigação, especialmente nos municípios de Barreiras e São Desidério.
A região oeste da Bahia fica à margem esquerda do rio São Francisco, banhada pelas bacias dos rios Grande, Preto, Corrente e Carinhanha, formada por 29 rios perenes. Geograficamente, está inserida na região mais rica em recursos hídricos do Nordeste brasileiro. As bacias desses rios atingem 62.400 km² o que equivale a 82% das áreas dos cerrados do oeste baiano.
Nas duas últimas décadas, a região sofreu um grande assédio do agronegócio em busca de terra e água para o monocultivo de commodities agrícolas e o desenvolvimento da pecuária para exportação, expulsando de lá os pequenos agricultores e populações tradicionais. A região tornou-se, então, a principal fronteira agrícola do Estado da Bahia.
O município de Cocos, com cerca de 20 mil habitantes, se localiza a 684 quilômetros de Brasília e a 878 de Salvador. Nos últimos anos, as populações tradicionais (quilombolas, ribeirinhos e povos indígenas) têm se articulado para resistir ao ataque desta frente de expansão do agronegócio, que desconsidera totalmente a existência dessas populações. No município de Cocos, a ausência do Estado tem fortalecido grupos que atuam nos "gerais”, controlam a região e expulsam comunidades de suas terras sempre com o uso de milícias armadas. São rotineiras as denúncias feitas à Polícia Federal da prática de trabalho análogo à escravidão utilizada pelos fazendeiros da região, retornando ao período da Colônia, onde a lei do mais forte impera.
A comunidade indígena Xakriabá da Aldeia de Porcos, município de Cocos, há mais de quatro anos vem sendo atacada no intuito de demovê-los da ideia de se firmarem naquele território e lutarem em defesa de seus direitos.
Em 2014, esses ataques foram intensificados, deixando os indígenas isolados, sem acesso ao atendimento à saúde, principalmente as crianças, idosos e gestantes, que são os que mais sofrem com a falta de atendimento. Na aldeia, há pacientes hipertensos e mulheres grávidas que precisam de acompanhamento sistemático.
Com a imposição dos pistoleiros, as famílias também estão impossibilitadas de teracesso à cidade de Cocos para realizar serviços básicos e necessários como o recebimento de benefícios e fazer compras. Os veículos que transportam os moradores até a zona urbana de Cocos estão proibidos pelos pistoleiros de transportar os indígenas mesmo que estes paguem pelo serviço. A comunidade indígena está localizada a 110 quilômetros da sede do município em uma área de difícil acesso.
As ações violentas contra a comunidade indígena Xakriabá de Porcos vêm sendo coordenadas localmente por um capataz de fazendas instaladas próximas à aldeia. O mesmo foi devidamente identificado e denunciado às autoridades policiais.
Créditos: Jornal GGN

Novo bilionário brasileiro começou como engraxate

Novo bilionário brasileiro e fundador da rede de educação Ser Educacional, Jose Janguie Bezerra Diniz começou a vida como engraxate antes de montar um império de educação avaliado em US$ 1,1 bilhão, segundo a Forbes. Ele sabia que existiam apenas duas maneiras de ficar rico, “ganhando na loteria ou estudando muito”. Diniz nasceu em uma família de sete irmãos em Santana dos Garrotes, na Paraíba. Eles se mudaram para o Mato Grosso do Sul quando o novo bilionário tinha então oito anos de idade. Nesta mesma época ele abriu seu primeiro negócio, como engraxate. Janguie Diniz ainda atuou como vendedor de tangerinas e picolés, e sem a família - que mudou-se para Rondônia - foi trabalhar com datilografia no Recife. Com a educação como mote em sua vida, ele formou-se em direito em 1987, e ainda fez mestrado e doutorado pela Universidade de Pernambuco, além de tornar-se fluente em inglês e francês. Em 1994 fundou a Ser Educacional, em menos de 20 anos a rede cresceu de uma pequena escola preparatória para uma empresa responsável por marcas como as universidades Maurício de Nassau e Joaquim Nabuco. Na sua abertura de capital no ano passado, a companhia conseguiu arrecadar US$ 281 milhões.
Créditos: Portal Terra

sábado, 28 de junho de 2014

Emprego formal alcança 75% dos trabalhadores

O Banco Central propôs uma forma alternativa de se medir a formalização do mercado de trabalho. A proposta da instituição é colocar na conta pessoas que não têm carteira assinada, mas que contribuem para a Previdência. Por essa metodologia, o emprego formal representava 75% do mercado de trabalho em abril de 2014.
Pelo critério oficial do governo, que é possuir registro em carteira, são considerados formais 55% dos trabalhadores. A fórmula proposta pelo BC inclui patrões, militares, funcionários públicos, autônomos e trabalhadores sem carteira que contribuem para a Previdência. Segundo a instituição, a diferença entre as duas formas de cálculo aumentou desde 2003. Naquele ano, o emprego com carteira assinada correspondia a pouco mais de 45% da população ocupada.
Pela metodologia alternativa usada pelo BC, o grau de formalização era de 61% na época. O trabalho do BC faz parte do Relatório Trimestral de Inflação divulgado nesta quinta-feira (26) e tem como objetivo, segundo a instituição, propor uma avaliação alternativa e mais abrangente desse indicador.
Dados do Ministério do Trabalho divulgados na terça-feira (24) mostraram que o saldo de contratações com carteira assinada foi de 58,8 mil vagas em maio, o pior resultado para o mês desde 1992. O ministério atribuiu o resultado fraco ao pessimismo do empresariado em relação à Copa do Mundo e ao consumo.
Créditos: Paraíba Total

Vaticano expulsa arcebispo acusado de abuso sexual

As autoridades da Igreja Católica Romana determinaram que um arcebispo polonês acusado de abuso sexual na República Dominicana seja expulso do sacerdócio, informou o Vaticano nesta sexta-feira. A Congregação do Vaticano para a Doutrina da Fé ordenou que Josef Wesolowski, ex-núncio do Vaticano - ou embaixador - para a nação caribenha, seja despojado do sacerdócio, uma medida extremamente incomum imposta a alguém de tão elevada hierarquia. Ele terá dois meses para recorrer da decisão.
O Vaticano disse que seus movimentos não tinham sido restringidos enquanto o caso estava sendo considerado, mas que depois da decisão de expulsá-lo do sacerdócio "todas as medidas adequadas à gravidade do caso serão adotadas". Como uma cidade-Estado independente, o Vaticano tem autoridade judicial sobre o seu território e pode deter ou limitar os movimentos das pessoas sujeitas à sua jurisdição. Foto: AP
Créditos: Ultimo Segundo

Casamento infeliz pode ser fatal

Relacionamentos ruins podem aumentar o risco de doença cardiovascular

 Um casamento onde os dois já não se entendem pode levar a um risco de 8,5 por cento maior de sofrer ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral. Os médicos dizem que há "evidência crescente" de que relacionamentos ruins podem ter um efeito dramático sobre a saúde.
A mais recente pesquisa  descobriu que aqueles infelizes no casamento têm artérias carótidas mais grossas e um maior risco de doença cardiovascular. O estudo incluiu 281 pessoas saudáveis, empregados, adultos de meia-idade, que eram casados ou que vivem com um parceiro (a) em um relacionamento estável. As ações e reações foram monitorados de hora em hora ao longo de quatro dias. "Crescentes evidências indicam que a qualidade e os padrões de nossos relacionamentos sociais podem estar ligados a uma variedade de resultados de saúde, incluindo doenças cardíacas", disse Thomas Kamarck, da Universidade de Pittsburgh, que liderou a pesquisa. Portanto, o ideal é tentar viver e conviver com o parceiro na melhor sintonia e harmonia possíveis, pois nada melhor do que a amizade, carinho, compreensão, respeito e dignidade para manter uma relação saudável a dois.
Créditos: WSCOM

PCdoB oficializa apoio à reeleição de Dilma

 A presidenta Dilma Rousseff participa da Convenção Nacional do PCdoB, que oficializou apoio à sua candidatura (Valter Campanato/Agência Brasil)Por unanimidade, em votação simbólica, integrantes do PCdoB reiteraram ontem (27), durante o encontro nacional do partido, o apoio à reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT) e do vice-presidente Michel Temer (PMDB). Em um auditório lotado, na Câmara dos Deputados, a legenda reafirmou ideias e propostas que serão encaminhadas à chapa da atual presidenta. O presidente do partido, Renato Rabelo, disse que a decisão estreita e amadurece a relação histórica com o PT. “O PCdoB tem convicção de que a candidatura da Dilma Rousseff é a candidatura para o momento que o Brasil exige e que o Brasil quer”.
Créditos: Agencia Brasil

Dilma defende Petrobras e rebate críticas sobre contrato para explorar pré-sal

Em meio às críticas sobre a contratação da Petrobras para explorar, sem licitação, o óleo excedente em quatro áreas do pré-sal, a presidenta Dilma Rousseff saiu ontem (27) em defesa da estatal e disse que as vozes dos que criticam a empresa “vão se perder na imensidão do mar do pré-sal”. Segundo Dilma, não é possível fazer política de exploração de petróleo com visão de curto prazo. “Voltou o alarido das vozes que sempre quiseram diminuir a Petrobras, dos que sempre quiseram entregar nossas oportunidades sem olhar pra quem e em que condições, daqueles que querem olhar uma empresa de petróleo baseada na sua rentabilidade de curto prazo”, disse, ao discursar na convenção nacional do PCdoB.
Dilma rebateu as críticas de que os recursos recebidos pela União no novo contrato com a Petrobras serão usados para gerar superávit primário. Ela citou o valor de bônus de assinatura, de R$ 2 bilhões, que será pago pela estatal na assinatura do contrato.“Levamos em consideração a Petrobras e só cobramos R$ 2 bilhões. Este ano ela só pagará R$ 2 bilhões. Por isso, quando vocês virem no jornal que estamos fazendo superávit primário, superávit se faz com R$ 15 bilhões, não fazemos com 2 bilhões. Dois bilhões não dá para o gasto”, comparou.
A exemplo do que tem feito em discursos recentes, a presidenta criticou o pessimismo propagado em relação à realização da Copa do Mundo. Desta vez, Dilma citou a mídia nacional e internacional que, segundo ela, erraram nas avaliações sobre o Mundial de futebol. “A imprensa nacional também errou bastante na avaliação. Sem nenhum ânimo belicoso, é importante registrar que erraram feio na avaliação”.
Créditos: Agencia Brasil

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Somos capazes de fazer Copa "Padrão Brasil" diz Dilma


A presidenta Dilma Rousseff disse ontem (26), em São Paulo, que a Copa do Mundo ora jogada no Brasil deve ser motivo de orgulho, devido à forma como está sendo organizada.
Em uma referência ao “padrão Fifa”, foco de protestos que criticavam que a educação e a saúde também deveriam ter esse padrão, e não somente os estádios, a presidenta disse que o Mundial está sendo feito no “padrão Brasil”. “A Copa tem que ser um orgulho para nós, porque o Brasil e o povo brasileiro estão demonstrando que somos capazes, fora do campo e dentro do campo, de fazer uma Copa como se deve fazer, no padrão Brasil”, declarou, durante cerimônia de anúncio de investimentos de mobilidade urbana para a Baixada Santista.
Segundo a presidenta, o brasileiro tem a característica de abraçar as pessoas, e por isso está recebendo todos os turistas de braços abertos. Ela disse que o evento esportivo tem se transformado em uma Copa da Celac, que é a Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos, já que várias seleções do continente têm se classificado para a próxima fase. “Isso sem desfazer dos demais países, porque nós somos os que recebem, e os que recebem têm de receber todos com esse calor que o povo brasileiro é capaz, com essa gentileza, com essa capacidade de procurar a pessoa para ajudar em qualquer circunstância”, afirmou ela.
Os R$ 481 milhões anunciados para a Baixada Santista fazem parte do orçamento para mobilidade, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento, e serão investidos principalmente na melhoria do sistema metropolitano, que inclui a implantação de faixas exclusivas de ônibus e a construção de dois túneis que ligarão duas regiões de Santos.
Em seu discurso, a presidência ressaltou a importância de o Brasil ter projetos executivos para a concretização de obras de infraestrutura, ainda mais na questão de mobilidade. “[...] Olhar para esta região percebendo que são centenas, milhares de pessoas que circulam diariamente entre os municípios desta região, que disputam espaço em rodovias, porque estamos entre a Serra do Mar e o oceano, e em ruas estreitas disputam espaço com caminhões, com veículos que estão de passagem para outras regiões do país”, disse.( Foto: Globo Esporte)
Créditos: Portal Brasil 247

Doações eleitorais do mercado imobiliário a vereadores de SP chegam a R$ 22 milhões

Durante os debates pela aprovação do Plano Diretor Estratégico (PDE) da cidade de São Paulo na Câmara Municipal, o vereador José Police Neto (PSD) assumiu posição de destaque: considerado um dos parlamentares mais experientes em assuntos relacionados ao setor imobiliário, o parlamentar tornou-se referência do grupo de descontentes da base aliada que buscam impedir a votação do projeto atual, cuja redação foi dada pelo relator Nabil Bonduki (PT) e é endossada pelo prefeito Fernando Haddad (PT) e pelo Movimento dos trabalhadores Sem Teto (MTST), organização civil mais atuante na discussão do projeto. E foi no discurso do movimento que Police ganhou a alcunha de vereador "patrocinado" pelas empresas do ramo para defender os interesses econômicos envolvidos no zoneamento da cidade, por ter recebido doações de R$ 498 mil de construtoras e imobiliárias na campanha de 2012.
O caso de Police, no entanto, não é exceção; e ele sequer foi o maior receptor de dinheiro das empresas do setor naquela eleição. Em 2012, o mercado imobiliário investiu pelo menos R$ 22,6 milhões apenas para o cargo vereador na capital paulista. O valor é a soma das doações diretas ou para os comitês de campanha de 53 dos 55 vereadores eleitos, e envolvem praticamente todos os partidos. Pela ordem, DEM, PT, PSD, PSDB e PRB lideram com folga a lista dos preferidos de empreiteiras, construtoras, incorporadoras e administradoras de negócios do setor. Estão fora da lista apenas o Partido Humanista da Solidariedade (PHS), cujo representante é o vereador Laércio Benko, e o Psol, legenda do vereador Toninho Vespoli. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), reunidos pela organização não-governamental Repórter Brasil.
As doações diretas para candidatos somam R$ 7 milhões. O valor total é ainda maior, já que não foram considerados para essa conta os candidatos ao parlamento que não foram eleitos. As remessas enviadas aos comitês financeiros dos partidos somam mais R$ 15,2 milhões. Alguns partidos não possuem tais comitês e outros mesclam estes com os dos candidatos a prefeito, como foi o caso do PT.
Essas doações não são ilegais. Mas na opinião do advogado e dirigente da Consulta Popular Ricardo Gebrim, um dos coordenadores do Plebiscito Popular pela Reforma Política, interferem na condução de processos importantes para o conjunto da cidade, como a votação do PDE.
"A revisão do Plano Diretor afeta muitos interesses. Inclusive destas empreiteiras que financiam campanhas eleitorais. E se o fazem, esperam, logicamente, alguma interferência no processo. As doações sempre implicam compromisso político", avalia Gebrim. Para ele, a prática configura uma afronta à cidadania. "As campanhas chegaram a custos absurdos. Na prática, isso impede o direito do cidadão comum de participar ativamente. E até mesmo de partidos ou candidatos que não queiram manter esse tipo de relação, pois não conseguem sustentar-se", pondera.
A situação cria contradições. O projeto promovido pelo PT, que também recebeu doações das empresas do ramo imobiliário, é amplamente apoiado pelos movimentos sociais. Mas, se não fosse assim, o investimento das empresas nas campanhas políticas sempre seria capaz de lançar dúvidas sobre o "patrocinador" de medidas legais que envolvem poderes econômicos centrais no debate. Para Gebrim, a situação reforça o entendimento de que é urgente uma reforma política que institua o financiamento público de campanhas eleitorais. "Sem isso, continuaremos a ver o poder econômico se colocar como protagonista nas campanhas eleitorais", acredita.
Entre as principais doadoras se destacam as empreiteiras Andrade Gutierrez, Carioca Christian Nielsen, Engeform, Kallas, OAS, Odebrecht, Queiróz Galvão e WTorre. Com exceção da última, as demais atuam em programas municipais como Operações Urbanas, proteção e recuperação de mananciais e urbanização de favelas. A Andrade Gutierrez doou R$ 76,1 milhões na última eleição. A Queiróz Galvão, R$ 52,2 milhões. Outros R$ 36,6 milhões foram repassados pela OAS, além de R$ 800 mil em doações diretas para candidatos. Somadas, as oito principais empreiteiras em São Paulo doaram R$ 209 milhões.
Créditos: Rede Brasil Atual

Abuso de álcool pode favorecer infecções

Forçar a voz, beber e fumar são hábitos que, juntos, afetam a garganta e a boca.

Em quantidades moderadas, o álcool tem poucas repercussões, mas em excesso e por vários dias na semana pode causar muitos prejuízos. Quando combinado com o cigarro, é o principal fator de risco para câncer de boca e de garganta (faringe). Na garganta, o álcool causa uma irritação local e ressecamento, favorecendo infecções.
Dessa forma, períodos em que o consumo excessivo e prolongado de álcool é comum, como carnaval, festas de fim ano ou mesmo a Copa do Mundo, os cuidados com as infecções de garganta e boca devem ser redobrados.
As infecções, virais e bacterianas, ocorrem por transmissão de uma pessoa a outra por secreção nasal, como nos espirros, e secreção durante a tosse. Depois do contágio, a doença começa a se manifestar após algumas horas a dias. A infecção será mais grave se a pessoa tiver uma queda na imunidade, o que pode acontecer com má alimentação e excesso de bebidas.
Créditos: WSCOM

Ucrânia pode perder 40 bilhões de dólares devido a associação com UE

A encruzilhada da Ucrânia
A Ucrânia pode perder até 40 bilhões de dólares somente durante o próximo ano devido à assinatura do Acordo de Associação com a União Europeia, afirma o presidente do Comitê da Duma para Relações Internacionais Alexei Pushkov. 
O maior problema que surge em vista da assinatura da parte econômica do Acordo de Associação com a União Europeia consiste em que a Ucrânia não poderá vender os seus produtos no mercado russo nas mesmas condições que anteriormente, dado que cada zona de comércio livre tem as suas próprias exigências e prescrições. Em vista disso, a Rússia terá que rever as condições do seu comércio com a Ucrânia. Portanto, o problema é o seguinte: de acordo com as estimativas de peritos independentes, se a Rússia tomar medidas de proteção na sua fronteira, a Ucrânia poderá perder de 30 a 40 bilhões de dólares somente durante o próximo ano”, declarou Pushkov na sexta-feira.
Créditos: Voz da Russia

quinta-feira, 26 de junho de 2014

BC reduz projeção de crescimento da economia para 1,6%

O Banco Central reduziu a projeção de crescimento da economia para este ano. De acordo com o Relatório Trimestral de Inflação, divulgado hoje (26), o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos, deve apresentar expansão de 1,6%, ante a previsão anterior de 2%.
A produção agropecuária deverá crescer 2,8%, ante a estimativa anterior de 3,5%. Segundo o BC, essa revisão é resultado dos efeitos da estiagem registrada no início do ano. A projeção para o desempenho da indústria passou de crescimento de 1,5% para queda de 0,4%. De acordo com o relatório, a nova estimativa é reflexo da revisão nas estimativas de crescimento da produção da indústria de transformação (de 0,5% para -1,9%) e da construção civil (de 1,1% para -2,2%). A projeção para o crescimento do setor de serviços para 2014 ficou em 2% (2,2% na estimativa anterior).
A projeção para os investimentos (Formação Bruta de Capital Fixo - FBCF) passou da expansão de 1% para retração de 2,4%. Essa revisão considerou o recuo da FBCF no primeiro trimestre.
As projeções para os aumentos de exportações e importações de bens e serviços foram revistas de 1,3% para 2,3%, e de 0,9% para 0,6%, respectivamente. Segundo o BC, as mudanças levam em conta a reavaliação das perspectivas de crescimento de importantes parceiros comerciais do Brasil, dos impactos da alta do dólar e da revisão de estimativa de crescimento da economia brasileira.
Para o período de 12 meses encerrado em março de 2015, a estimativa de crescimento do PIB é 1,8%. No ano passado, a economia cresceu 2,5%, de acordo com dados revisados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.
Créditos: Agencia Brasil

PB: PT anuncia apoio a Ricardo Coutinho do PSB

Além do próprio Ricardo Coutinho, estiveram presentes na reunião o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT); o seu irmão e pré-candidato ao Senado Federal, Lucélio Cartaxo (PT); e os presidentes estaduais do PT, Chaliton Machado e do PSB, Edvaldo Rosas.
O prefeito ainda afirmou que, com a retirada da pré-candidatura do ex-prefeito de Campina Grande a governador, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), só restou dois caminhos para a Paraíba. “O do retrocesso e o do avanço do trabalho”, comentou.Após a reunião, os líderes dos dois partidos concederam entrevista coletiva. O prefeito Luciano Cartaxo disse que a hora é de olhar para frente, mas fez questão de lembrar que os militantes do PT e do PSB já estiveram unidos em outras atividades políticas. “Agora, é novo momento”, disse.
O governador Ricardo Coutinho disse que recebia com muita honra o apoio dos “companheiros do PT”. “Recebo neste exato momento, com muita honra, o apoio dos companheiros do PT, em nome de Charliton, Lucélio e Luciano Cartaxo. Estaremos juntos em mais essa jornada, sempre pensando no engrandecimento da nossa querida Paraíba. Adelante!”, disse. O líder do PSB ainda afirmou que o objetivo da aliança é reelegê-lo e também eleger Lucélio Cartaxo para senador. “Onde estiver o nome de um tem que está do outro (...) Vamos colocar os outros candidatos para correr”, disse Ricardo Coutinho”, complementou.
Todas as lideranças presentes destacaram a importância de contar com a incorporação do PMDB à aliança. O presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, confirmou que os peemedebistas deverão ocupar a vaga de vice-governador na chapa majoritária. Segundo ele, o nome será decidido entre os próprios membros do partido. Edvaldo Rosas ainda informou que acordo prevê que o vice-governador seja natural de Campina Grande e o senador de João Pessoa.(Ângelo medeiros com Marcos Wéric)
Créditos: WSCOM

Avanços favorecem tratamento do câncer

Quando o assunto é câncer de próstata, sempre que o toque retal e o alto nível de PSA no sangue indicarem a presença de algum tipo de lesão, a investigação deve prosseguir com ultrassom transretal e biópsia guiada pelo ultrassom. São procedimentos simples, seguros, e geralmente bem tolerados pelos pacientes. Já a ressonância magnética tem papel fundamental nos casos de câncer de próstata em estágio avançado, ou ainda quando a extensão do câncer é extracapsular, se espalhando para fora da glândula prostática e aumentando as chances de metástases.

“Os exames de imagem são cada vez mais solicitados para fazer estadiamento e acompanhamento do tratamento do câncer. Se a ressonância magnética não substitui a biópsia na detecção da doença, por outro lado é bastante útil na caracterização da extensão local da doença, identificando características como envolvimento extracapsular de feixes vásculo-nervosos ou, ainda, de vesículas seminais”, diz o doutor Juan Cevasco, médico radiologista do Centro de Diagnóstico Brasil (CDB), em São Paulo.

O uso de técnicas de imagem envolvendo características funcionais e componentes químicos dos tecidos tem potencial, em curto prazo, de reduzir o número de biópsias, já que a precisão na detecção de tumores será ainda maior. Vale lembrar que a próstata é uma glândula que se localiza logo abaixo da bexiga e à frente do reto. Como, no início, o câncer de próstata tem evolução silenciosa, a consulta com um urologista e a realização do exame de toque retal é muito importante – principalmente depois dos 50 anos ou até mesmo antes, quando há casos desse tipo de câncer na família.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens. Dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer) revelam que somente este ano surgirão quase 70 mil novos casos da doença. A importância do diagnóstico precoce se dá, principalmente, porque alguns desses tumores podem crescer rapidamente e se espalhar para outros órgãos. Entretanto, a maioria não oferece risco de morte à população masculina quando diagnosticado e tratado logo no início.
Créditos: WSCOM

Autorização para Petrobras explorar pré-sal atende soberania


 A decisão do governo federal de autorizar a Petrobras a explorar reservas do pré-sal de 10 bilhões a 15 bilhões de barris de petróleo contrariou setores do mercado com eco em alguns jornais. Mas segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP) atende aos interesses e à soberania nacional e é respalda por lei federal.“O mercado e as petrolíferas privadas queriam que as áreas excedentes fossem devolvidas à Agência Nacional de Petróleo (ANP) para serem licitadas. Mas a presidenta Dilma preservou o interesse nacional e contratou diretamente a Petrobras para explorar essas reservas estratégicas, como prevê o Artigo 12 da Lei 12.351/2010”, escreveu em artigo o coordenador da FUP, João Antônio de Moraes.
“Pela primeira vez nas últimas duas décadas a Petrobras voltará a ter o controle integral sobre áreas estratégicas de petróleo, que nos próximos anos deverão dobrar suas atuais reservas”, continuou. De acordo com o sindicalista, “isso não acontecia desde que o PSDB e o DEM acabaram com o monopólio da estatal, criando no governo Fernando Henrique Cardoso a Lei 9.478/1997, que concedeu às empresas privadas o controle sobre o petróleo brasileiro”.
A reação de contrariedade se refletiu no valor das ações da companhia. No mesmo dia da decisão do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), vinculado à Presidência da República, os papéis da companhia fecharam em baixa de 3,49%.
governo anunciou a contratação direta da Petrobras, em regime de partilha, para a exploração do excedente de óleo em quatro campos do pré-sal: Búzios, Entorno de Iara, Florim e Nordeste de Tupi. A decisão foi discutida em reunião da presidenta Dilma Rousseff com o CNPE.
“A contratação que hoje (ontem) foi decidida permitirá que a gente consiga colocar essa produção muito rapidamente dentro do mercado, trazendo benefícios para a União em termos de receitas, e também benefícios para a Petrobras”, disse o secretário de Petróleo e Gás do Ministro de Minas e Energia, Marco Antônio Almeida. Segundo ele, esperam-se mais de R$ 600 bilhões direcionados a educação e saúde, de acordo com a lei dos royalties.
Setores da imprensa sensíveis aos rumores do mercado reagiram em uníssono condenando a autorização “sem licitação”, como se ela tivesse sido fruto de uma decisão sem respaldo legal e de acordo com a vontade do Planalto.
Porém, o artigo 12 da Lei 12.351/2010 determina expressamente que o CNPE, presidido pelo ministro de Minas e Energia, hoje Edison Lobão, proporá à Presidência da República os casos em que, “visando à preservação do interesse nacional e ao atendimento dos demais objetivos da política energética, a Petrobras será contratada diretamente pela União para a exploração e produção de petróleo, de gás natural e de outros hidrocarbonetos fluidos sob o regime de partilha de produção”.
O contrato pelo regime de partilha prevê que 76,2% da riqueza produzida nos campos do pré-sal seja destinada a União, que ainda receberá um bônus de R$ 2 bilhões na assinatura do contrato.
Créditos: Rede Brasil Atual

Favela Criativa desenvolve talentos em comunidades do Rio

A Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro lança hoje (26) o Programa Favela Criativa, voltado para jovens das favelas cariocas. “A gente tem, naturalmente, um foco de ação muito grandes nas favelas onde há unidades de Polícia Pacificadora (UPP)”, disse à Agência Brasil a secretária estadual de Cultura, Adriana Rattes.
O programa se baseia na ideia de que existe nessas comunidades um celeiro de talentos e potências criativas entre os jovens, disse Adriana. Trata-se, segundo ela, de uma “garotada com muita capacidade de realização, muita criatividade, muito interesse em se expressar por meio da arte e da cultura e em trabalhar com isso. Muita capacidade, inclusive, de pensar sua vida a partir da  profissionalização nessas áreas”.
Nesse sentido, o Favela Criativa pretende ajudar a desenvolver esses talentos e a promover a  articulação  dos jovens com o restante da produção cultural e artística da capital. O programa quer também articular  a cidade com o que está sendo feito nas comunidades, integrando o potencial criativo jovem das favelas  à cena artística e cultural do Rio de Janeiro e do Brasil.
O programa tem vigência prevista até 2016, mas a secretária espera  que ele possa ter continuidade no próximo governo. Fruto de parceria entre o Poder Público e a iniciativa privada, o Favela Criativa conta com recursos de R$ 14 milhões, oriundos de várias fontes, que incluem o Banco Interamericano de Desenvolvimento, o Ministério da Cultura, o Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica, a própria secretaria e a distribuidora de energia Light.
A secretária acredita, entretanto, que a dotação orçamentária do Favela Criativa poderá ser ampliada no decorrer do tempo.  “Eu acredito que os recursos investidos neste momento podem potencializar e atrair novos recursos”. Ela confia que nos próximos anos, a partir do momento em que o trabalho ganhar uma dinâmica própria, o setor privado poderá aumentar seu apoio e o governo definirá novos recursos orçamentários.
Três eixos foram estabelecidos para a primeira fase do programa. O primeiro trata da formação artística dos jovens. “Porque é importante que a gente qualifique essa garotada, para que ela tenha as ferramentas capazes de proporcionar o desenvolvimento do talento que já tem  naturalmente”, explicou a secretária. A intenção é criar um circuito cultural que dê visibilidade e incentive a produção cultural das favelas.
O segundo eixo é o da economia criativa. Adriana Rattes lembrou que um dos maiores desafios hoje para a inserção das favelas cariocas na vida cotidiana e formal da cidade e do estado  é a geração de emprego e renda. O programa oferece cursos de formação cultural e empreendedorismo, além de consultorias e serviços de acompanhamento a projetos e feiras de negócios.
O último eixo se refere ao fomento às manifestações artístico-culturais nas comunidades, disponibilizando recursos por meio de editais públicos. “Porque a gente precisa aproximar os patrocinadores, os investidores e os consumidores desse tipo de atividade e da manifestação cultural que está sendo pensada e produzida  pelos jovens. Porque é preciso financiamento para a produção cultural de qualquer lugar, não só das favelas”, destacou.
O novo programa do governo fluminense prevê a concessão de bolsas em cursos variados ligados à área de cultura, dentro da necessidade de qualificação desses jovens talentos. Adriana Rattes deixou claro, porém, que o programa “não tem a visão paternalista  sobre a produção dos jovens.  Pelo contrário. O programa parte da premissa de que há um grande e valioso celeiro de talentos para as artes e para a cultura em geral, de criatividade, nesses lugares. E a gente quer oferecer a oportunidade para que eles se formem e se desenvolvam com excelência”.
O lançamento do novo programa será feito na Biblioteca Parque de Manguinhos, na zona norte do Rio. Está prevista também, durante o evento, a inauguração do Cineteatro Eduardo Coutinho, cujo nome homenageia o cineasta e documentarista brasileiro assassinado no início deste ano pelo filho. O cineteatro oferecerá programação de cinema e artes cênicas dentro do Programa Favela Criativa. Foto: www.rj.gov.br
Créditos: Agencia Brasil

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Geração de empregos formais no governo Dilma supera marca de 5 milhões

Geração de empregos formais no governo Dilma supera marca de 5 milhõesO Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que mede a geração de postos de trabalho com carteira assinada no País, registrou a criação de 58.836 vagas em maio, valor que representa crescimento 0,14% em relação ao estoque do mês anterior.  
O número é o saldo entre 1,849 milhão de admissões e 1,790 milhão de desligamentos em maio, informou nesta terça-feira (24) o Ministério do Trabalho e Emprego (M.TE). Com o resultado de maio, a geração de empregos formais no governo Dilma Rousseff superou a marca de 5 milhões. “No período de janeiro de 2011 a maio de 2014, ocorreu um crescimento de 11,47% na geração de postos formais de trabalho alcançando 5.052.710 empregos criados, uma média mensal de geração de 123.237 postos de trabalho com carteira assinada”, informou o ministério. 
O Caged revela também que no acumulado do ano (janeiro a maio) houve expansão de 1,34% no nível de emprego, equivalente ao acréscimo de 543.231 postos de trabalho. Se considerados os últimos 12 meses, o aumento foi de 867.423 postos de trabalho, correspondendo à elevação de 2,15%. Com relação a maio do ano passado, no entanto, o saldo de maio significa uma queda de 18,3%.
Créditos: Portal Brasil

Imprensa internacional classifica o Mundial no Brasil como o melhor da história

Quando a bola rolou para o início da Copa do Mundo, o Brasil começou a por à prova sua capacidade em realizar o evento com sucesso. Com pouco mais da metade dos jogos realizados, o País tem  recebido diversos elogios da imprensa internacional. Jornais americanos, ingleses, franceses, alemães têm destacado esta edição como uma das melhores da história pelo futebol apresentado, pela receptividade do povo brasileiro e também pela logística vista fora das quatro linhas.

O jornal "El País" enviou um representante ao Brasil e constatou que o cenário de caos previsto por alguns antes do início da competição não se concretizou. Para o profissional do diário espanhol, o mundial supera as expectativas. “Em geral, as partidas ocorrem pontualmente, de maneira brilhante. As ruas se enchem de torcedores felizes, envolvidos em um clima cada vez mais festivo”, disse. Ele destaca ainda que os acessos aos estádios foram tranquilos e que os aeroportos funcionam normalmente, com alguns atrasos normais de grandes cidades ao redor do mundo. “As partidas ocorreram de maneira aceitável e os torcedores de todas as equipes que utilizaram esse estádio, para não irmos mais longe, chegaram a ele sem problemas e puderam aproveitar o jogo” analisou.
Créditos: Portal Brasil

Couve é aliada da dieta e ajuda a prevenir o câncer

Verdura tem boas quantidades de ferro, cálcio, fibras, entre outros nutrientes


 Couve é o nome popular de uma das verduras mais utilizadas na culinária brasileira e que pode ser encontrada em outras variedades também, sendo a couve-manteiga a mais comum delas. Além de fornecer nutrientes necessários ao nosso organismo, a planta participa diretamente de ações antioxidantes, antiliberação de radicais livres e de antienvelhecimento celular, benefícios que fazem dela um dos melhores alimentos a serem consumidos.
O grupo das crucíferas, no qual a couve faz parte, contém pigmentos antioxidantes que previnem doenças crônico-degenerativas, incluindo o câncer, visto que essas substâncias induzem enzimas que favorecem ações anticarcinogenesis.
A couve é uma boa fonte de minerais como ferro, que ajuda a prevenir a anemia, fósforo, importante para os músculos e ossos, cobre, que ajuda na absorção de ferro, manganês e selênio, necessário para a tireoide e também um poderoso antioxidante.
O alimento também conta com os minerais potássio, um dos responsáveis pela manutenção do equilíbrio hidroeletrolítico, contração muscular, funcionamento cardíaco e participa da transmissão dos impulsos nervosos, e zinco, importante tanto para a síntese de células imunológicas como em sua ação de defesa contra vírus, bactérias e fungos.
Esta verdura ainda fornece porções consideráveis de cálcio, que ajuda a fortalecer os ossos e dentes, e magnésio, importante para a constituição e bom funcionamento dos neurotransmissores. Apesar da presença desses minerais, a couve não é tão biodisponível quanto o do leite, pois, geralmente, nos produtos de origem animal a biodisponibilidade de alguns nutrientes é maior.
A verdura é rica em fibras, que aumentam a sensação de saciedade, melhoram o trânsito intestinal e evitam picos de glicose, prevenindo assim o diabetes e glicosinolatos, fotoquímicos naturais que têm ação desintoxicante.
A vitamina A também está presente na couve. Este nutriente é essencial para a visão e para manter a integridade e função das células da pele e das mucosas, contribui para o crescimento, evita infecções e tem ação antioxidante.
Por ser pobre em calorias, ela é muito utilizada em dietas para redução de peso e tem recomendação diária de 100g, quantidade que possui apenas 25 calorias, e pode ser consumida crua ou cozida sem alterar seu valor nutricional.
A couve pode ser adicionada em sucos. Assim, é possível ingerir as outras vitaminas das frutas e combinar as fibras com líquidos, o que irá melhorar a ação do nutriente. Os chamados sucos verdes normalmente contém couve, uma fruta e pode ter grãos funcionais e líquidos como água, água de coco ou chás.
Créditos: WSCOM